sábado, agosto 30, 2014

O que visitar na Terceira, a Ilha Lilás

Sabia que os navegadores portugueses que descobriram a Terceira lhe chamaram primeiramente “Ilha de Jesus Cristo”? A ilha, todavia, acabaria por ser rebatizada como “Terceira” por ter sido encontrada a seguir a Santa Maria e a S. Miguel.

Esta é a lista dos locais que, na nossa opinião, não pode deixar de visitar na ilha:

1. Angra do Heroísmo

É a cidade mais importante da Terceira cujo centro histórico foi considerado Património da Humanidade pela UNESCO. Uma manhã ou uma tarde chegarão para o percorrer, deixando que a sua curiosidade o guie pela calçada portuguesa criativamente trabalhada a preto e branco, por casas com remates coloridos e varandas decoradas com flores.

Se prescindir de um mapa, não deixe que lhe passem ao lado os seguintes pontos:

  • Palácio dos Capitães Generais: inicialmente construído para albergar os jesuítas da Companhia de Jesus, foi mais tarde residência dos Governadores e Capitães-Generais da ilha;
  • Jardim Duque da Terceira: fica mesmo ao lado do Palácio, bem no centro de Angra e é, na minha opinião, um dos mais belos da ilha;
  • Alto da Memória: subindo os vários patamares do Jardim Duque da Terceira, chega-se a este miradouro, donde se tem uma das melhores vistas sobre a cidade. O obelisco nele existente recorda-nos a passagem de D. Pedro IV pela ilha, no contexto da Guerra Civil Portuguesa, no séc. XIX;
  • Monte Brasil: se ainda não ficou satisfeito com as vistas, rume à caldeira deste vulcão extinto. Pode ir de carro ou caminhar cerca de 2h30 a partir do centro de Angra. A vista panorâmica sobre a cidade e a baía não o irão desiludir.

2. Impérios

Estas pequenas capelas coloridas dedicadas ao Divino Espírito Santo estão espalhadas por toda a ilha e fazem parte da sua imagem de marca. No verão, durante as festas do Espírito Santo, há convívio junto aos impérios de algumas freguesias, onde decorre o "bodo", com oferta de comida e bebidas, terminando por vezes com as "touradas à corda". Informe-se junto do turismo de Angra sobre os locais e horários em que decorrem. Depois, convém chegar cedo para assegurar um local donde possa ver os touros em segurança.

Império da Caridade na Praia da Vitória

3. Miradouro da Serra do Cume

Oferece uma das mais belas paisagens da ilha e, para mim, de todo o arquipélago. É importante não haver nuvens para se apreciar devidamente a chamada "manta de retalhos", ou seja, a grande planície do interior da ilha com campos a perder de verde, separados por muros de pedra vulcânica.

4. Serra de Santa Bárbara

É o ponto mais alto da Terceira, donde se conseguem avistar as ilhas de S. Jorge e Pico. Não se esqueça de levar um corta-vento, porque no topo faz um frio de rachar.

5. Algar do Carvão

A visitar se desejar andar dentro de uma chaminé vulcânica (na minha opinião, entre os dois vestígios vulcânicos seguintes, este é o mais interessante).

6. Gruta do Natal

Se quiser caminhar no interior de um tubo lávico. A envolvência também merece uma visita, especialmente a Lagoa do Negro e as florestas de cedros da mata.

7. Furnas do Enxofre

Outro vestígio da atividade vulcânica, para ir se tiver tempo.

8. Trilho dos Mistérios Negros

Se estiver em forma e gostar de caminhar, este é o percurso pedestre que recomendamos. O seu nome deve-se aos montes formados pela acumulação de lava vulcância preta que fazem parte do trajeto e cuja origem os habitantes da ilha não sabiam explicar.
  • Forma do percurso: circular;
  • Dificuldade: alta (apesar desta classificação, o percurso faz-se bem por quem está habituado a andar e tiver alguma agilidade; a dificuldade reside sobretudo nos troços com vegetação mais intensa e com rocha vulcância, que exigem alguma flexibilidade);
  • Extensão: 5 km;
  • Tempo médio: 2h30;
  • Mais informação: http://trilhos.visitazores.com/pt-pt/trilhos-dos-acores/terceira/misterios-negros

9. Piscinas naturais

Por fim, caso lhe apeteça um mergulho na água fria do mar, poderá ir à piscina vulcânica dos Biscoitos, que é a mais conhecida. Se tiver demasiadas pessoas, tente as piscinas de Porto Martins, Negrito ou Silveira.

Tourada à corda
No trilho dos Mistérios Negros
Lagoa do Negro perto da Gruta do Natal
Vaquinhas felizes
Angra do Heroísmo


Em cima: Algar do Carvão e entrada do Algar. Em baixo: Mapa com os locais a visitar na Terceira

A provar

Alcatra de carne, queijadas D. Amélia, massa sovada, sopas do Espírito Santo.

Restaurantes

  • Beira Mar. Especialidades: marisco e peixe. Fica em S. Mateus, junto ao porto. Atenção que fecha às segundas-feiras;
  • Quinta dos Açores: não fomos, mas ouvimos dizer que tem uma vista privilegiada sobre Angra, para além de uns gelados, hambúrgueres e batatas fritas deliciosos. O espaço tem também uma lojinha com produtos típicos da ilha.

Veja também

1 comentário:

  1. Sim, a alcatra era muito boa assim como as queijadas. Caminhamos tanto,... ainda assim não o suficiente para desgastar tudo de bom que se comeu! Ups,...

    À lista só acrescentaria uma visita guiada por Vitorino Nemésio à cidade e à sua casa na Praia da Vitória. Foi uma surpresa inesperada (uma visita inaugural do projeto por sinal). Um excelente trabalho, mesmo para quem não aprecia Nemésio! Se lá forem não deixem de perguntar pelo poeta na praça central ou num qualquer café, e se o encontrarem perguntem-lhe como é que estão as suas tias,..

    Sem dúvida um projeto inspirador para outras cidades. Uma das mais interessantes experiências a listar no meu top 10 de recomendações para o arquipélago.

    ResponderEliminar