quinta-feira, agosto 03, 2017

Guia prático para percorrer a Haute Route

aqui relatámos a nossa caminhada de 14 dias na Haute Route, uma rota que percorre os Alpes ao longo de 200 km, ligando Chamonix, em França, a Zermatt, na Suiça. Seguem-se agora as nossas dicas para quem quiser (ou já está a planear) fazer esta caminhada alpina, à descoberta de glaciares e vida selvagem.

Quando ir

A melhor altura para percorrer a Haute Route é entre meados de Agosto e meados de Setembro. Fora deste período, poderá encontrar troços do caminho com gelo e/ou neve.

Custo

~1400 € por pessoa, incluindo: voos entre o Porto e Genève, transfers, seguro de viagem, alojamento e alimentação. A nossa viagem durou 18 dias conforme itinerário abaixo.

Detalhes do (nosso) itinerário

A Haute Route original de alta montanha vai de Chamonix a Zermatt (em diante), passando por altos picos dos Alpes e com travessia de glaciares. Trata-se praticamente de uma expedição para alpinistas. No nosso caso, fizemos a alternativa para caminhantes, tão bem descrita no guia de Kev Reynolds "Chamonix To Zermatt - The Classic Walker's Haute Route", e muito bem marcada no terreno.

Este foi o nosso itinerário, construído com base em informação retirada desse guia:




Transportes

Pode chegar a Chamonix a partir de Genève. Há autocarros (Altibus, ~25 €) que partem do aeroporto e do centro da cidade. Em Zermatt, há comboios frequentes para Genève.

O teleférico que liga Chamonix à Aiguille du Midi custa ~60 €; o comboio entre Zermatt e Gornergrat custa ~40 € (preços por pessoa, ida e volta). Há tarifas reduzidas para crianças, famílias e bilhetes multiviagem. Os horários variam conforme o período do ano e dia da semana. Tipicamente funcionam entre as 8h e as 17-18h, sendo a última subida feita até às 16-17h.

Alojamento

Ficámos em pensões e cabanas de montanha. As cabanas têm um número limitado de camas, pelo que se aconselha reserva prévia do alojamento e refeições. As condições neste tipo de alojamentos são minimalistas. Geralmente, o custo base não inclui lençóis, toalhas, sabonetes e/ou água quente. Poderá adquirir estes serviços no local por um custo extra. Os preços das cabanas variam entre 120 e 180 CHF por pessoa (alojamento, pequeno almoço e jantar).

Cabanas de montanha

Alimentação

Antes de iniciar um trilho, deve verificar se dispõe de água e comida em quantidades adequadas para as suas necessidades. Nas aldeias ou cabanas, poderá abastecer-se de sandes, fruta e/ou conservas. Deve também incluir, na dieta, alimentos calóricos - como sementes ou chocolate - que ajudem a manter a energia que necessita para a viagem.

A nossa mochila

Roupa:

  • 1 casaco impermeável quente;
  • 1 casaco fino de chuva;
  • 1 calças de ganga;
  • 1 calças impermeáveis (para chuva);
  • 2 t-shirts;
  • 1 calções;
  • 1 toalha (de piscina);
  • 1 par de chinelos de banho;
  • 3 mudas de roupa interior;
  • Chapéu;
  • Pijama.

Aiguille du Midi, Chamonix (França)

Alimentação:

  • Água (se usarem os riachos para abastecimento devem ter cuidado, de modo a evitar zonas de pastagens ou de passagem de animais);
  • Pão, enlatados, enchidos, saladas, fruta... (abastecimentos feitos nas aldeias ou cabanas para 1 ou 2 almoços);
  • Chocolate ou bolachas (dependendo dos dias);
  • 1 embalagem de frutos secos (sem sal);
  • Sal e orégãos (saco pequeno - para temperar saladas);
  • 2 miniaturas de azeite;
  • 1 ou 2 miniaturas de mel e/ou compotas;
  • 1 taparuere, 1 garfo e uma 1 faca;
  • 1 saco (para o lixo).

Outros:

  • Telemóvel e carregador;
  • Máquina fotográfica, baterias, cartões de memória e carregador;
  • Óculos de sol;
  • Objetos de higiene pessoal;
  • 1 embalagem de lenços descartáveis;
  • Primeiros socorros;
  • Protetor solar (frasco pequeno);
  • Frontal (útil nas cabanas ou em caso de acidente);
  • Detergente para lavar roupa (saco pequeno);
  • 1 saco de plástico para roupa suja;
  • Protector impermeável para mochila;
  • Documentos e dinheiro (CHF);
  • Comprovativos das reservas dos alojamentos;
  • Guia de viagem de Kev Reynolds, edição CICERONE: "Chamonix To Zermatt - the classic Walker's Haute Route".

Recomendações

Antes de partir

  • Faça algumas caminhadas de meio dia para o corpo se habituar ao esforço;
  • Nos treinos, use o calçado que pretende levar na viagem e uma mochila com peso semelhante ao que planeia transportar;
  • Estude bem todo o percurso da viagem que se propõe fazer, bem como as condições de cada alojamento;
  • Previna-se e faça um seguro de viagem que inclua resgate de helicóptero (na World Nomads ficou-nos em ~40 € por pessoa para 14 dias);
  • Na hora de preparar a mochila, leve apenas o estritamente necessário. Mais tarde, o seu corpo agradecerá.

Fauna alpina

Durante a viagem

  • Inicie as caminhadas cedo, antecipando a ocorrência de algum problema;
  • Antes de partir, informe-se das condições meteorológicas. Nas montanhas, as temperaturas podem descer subitamente. Mesmo em agosto, pode nevar. Por isso, vá prevenido com alguma roupa quente;
  • Em dias de neve, as marcações do terreno podem ficar ocultas. Se enfrentar uma destas situações e não se sentir preparado para prosseguir, não arrisque. Procure alternativas, mesmo que isso implique voltar para trás;
  • Leve sempre comida e água suficiente para o período da caminhada;
  • Coma e beba pelo menos de 2 em 2 horas, mesmo que não sinta fome ou sede;
  • Não tente acompanhar os outros, siga ao seu ritmo;
  • Se em algum dia não se sentir em forma, descanse e faça um programa diferente. Chegue ao próximo alojamento usando alternativas de transporte público. Alguns trilhos cruzam-se com teleféricos que o podem ajudar a reduzir o nível de esforço. Se pretender usar estes equipamentos, verifique antecipadamente se estão em funcionamento, pois alguns só funcionam no inverno e outros só no verão;
  • Não saia dos trilhos marcados. Além de destruir a fauna e a flora, poderá colocar a sua​ vida em risco, pois fora dos trilhos o solo nem sempre é tão seguro como parece;
  • Tire muitas fotografias, mas não se distraia com as poses. Não arrisque a vida por isso;
  • Não recolha animais, plantas ou pedras. Preserve o meio para que outros também o possam desfrutar;
  • Transporte todo o lixo que produzir até à próxima aldeia. Certamente serão apenas algumas gramas na sua mochila.

Indicações para caminhantes
Texto e fotos: Tânia Fontes e Daniel Ribeiro
Viagem realizada em agosto de 2015

Veja ainda

0 comentários:

Enviar um comentário