sexta-feira, março 06, 2015

As 5 coisas de que mais gostámos em Lugo, Espanha

1. A muralha

Declarada Património da Humanidade pela UNESCO, é a única muralha romana do mundo que se conserva na íntegra. Não é fantástico poder caminhar num monumento do séc. III a.C.? Apesar de não termos dado a volta completa (2,3 km), surpreendeu-nos por ser tão larga e por os seus habitantes usufruírem tanto dela, aí caminhando, correndo ou passeando simplesmente o cão. Afinal, como costumam dizer, a muralha é como se fosse mais uma rua da cidade, ou melhor, a rua mais alta.




2. O convívio ao anoitecer

Na maioria das cidades espanholas, ao fim do dia, os centros históricos enchem-se de pessoas de todas as idades. A diferença é que, quando visitámos Lugo, estavam 2º C. Não há frio que impeça os espanhóis de viver a vida. O principal ponto de encontro é a Rua Nova ou Rua dos Vinhos, onde se concentra a maioria dos bares. Pedindo-se uma bebida, as tapas são normalmente gratuitas.

3. A 'Queixeria Praza do Campo'

Enquanto passeávamos pelas ruas pedonais do centro histórico, descobrimos, muito perto da catedral, esta loja exclusivamente dedicada aos queijos artesanais. A decoração é moderna e minimalista, sendo o queijo o principal protagonista. Há-os de todo o mundo, mas são os espanhóis que se destacam, especialmente os da Galiza e das Astúrias. Claro que aproveitámos para comprar um San Simón da Costa, o queijo tradicional da região. O formato é parecido à tetilla, o mais famoso queijo galego, porém com um sabor ligeiramente fumado. Delicioso!

© Queixeria Praza do Campo

4. A Virgem dos Olhos Grandes

É a padroeira da cidade. A sua imagem encontra-se numa capela barroca, a mais bonita da Catedral de Lugo, e é cativante. Talvez por isso haja sempre fiéis de olhos postos nela.



5. As ruas pedonais no interior das muralhas

O centro histórico de Lugo, concentrado no interior das muralhas, é inteiramente pedonal, sendo muito agradável deambular, sem mapa, pelas suas ruas. Podem-se descobrir a Praça Maior, vestígios romanos, a porta de entrada dos peregrinos de Santiago na cidade, casas com arcadas e edifícios curiosos como o da loja de artesanato Triskel, de cujas janelas espreitam umas simpáticas meigas (bruxas). Há-as por toda a província, boas e más segundo dizem, formando parte íntima da tradição galega.

Reservar alojamento em Lugo

1 comentário:

  1. Como lucense me gustaría deciros que lo habéis retratado fenomenal! Y preciosas fotos!

    ResponderEliminar